Ler Pra Quê?

O FILHO DO SOL – RESENHA

Se você gosta de livros envolventes, daqueles que fazem a nossa imaginação ir além, com direito a poderes especiais, com vilões e mocinhos, esse livro é para você!

Hoje trago uma dica de leitura, de um escritor brasileiro, Daniel Renattini, com sua fantasia urbana que se passa na cidade de São Paulo. Uma aventura cheia de personagens instigantes, que nos fazem refletir sobre em quem devemos confiar.

Conheça um pouco sobre a dica de hoje:

SINOPSE

Alex Cipriani precisa lidar com dois assuntos: o acidente da namorada e a descoberta de que é um elemental do fogo, capaz de conjurar chamas. Seu mundo se choca com novas realidades, e ele precisa aprender o quanto antes como sobreviver a esse cenário fantástico.

Nesse novo caminho, não existem heróis ou vilões. Tudo o que há são pessoas, suas histórias e suas escolhas. E Alex também precisará fazer algumas para descobrir como o mundo o enxerga.

A vida de Alex se transforma em uma espiral de aflição e enigmas. Perda, amizade, dúvidas – quais são as fronteiras do que o torna humano? O que fazer quando suas emoções parecem um vulcão prestes a entrar em erupção?

O Filho do Sol, de Daniel Renattini.

RESENHA

Alex Cipriani tem 18 anos e ele e sua namorada Alice passaram no vestibular. Os dois jovens se conhecem desde crianças e sempre foram muito próximos, até que a amizade entre eles evoluiu para um namoro.

O que ele não sabia, era que a vida deles mudaria para sempre depois de um acidente de carro, na qual Alice levou um tiro de um dos homens que os fizeram se acidentar. Aquilo poderia ter sido mero acaso, não fosse Alex jurar que alguém queria matá-los. 

Alice é levada com vida ao hospital, mas após um segundo confronto com os perseguidores dentro do quarto onde a garota está internada em coma, um acidente fatal faz com que ela perca a vida.

Então, pela primeira vez, Alex sente uma fúria incontrolável e algo estranho acontece. Aos poucos, ele descobre que tem poderes, como os Elementais, seres humanos que conseguem manipular elementos da natureza, e isso o faz pensar no porquê ele tem esses poderes.

Ao longo da narrativa, vamos descobrir que o pai de Alex sumiu da vida de sua família sem deixar explicações. A mãe dele também não toca muito no assunto. Quem vive por perto é seu padrinho Abel, que é crucial para ajudar Alex na sua jornada do autoconhecimento, enquanto supera a perda de sua namorada e também busca descobrir por que queriam matá-lo.

A narrativa vai abordar outros Elementais como Sarah (uma grande amiga dele e de Alice, e que estava passando um tempo nos EUA), Ian (o irmão de Alice), Cristina, Adam e outros personagens que surgem no livro.

A obra conta com 236 páginas, dividida em capítulos leves e instigantes, com uma leitura fluída e rápida, que prende a atenção do início ao fim (porque é óbvio que queremos saber o que acontece cada vez mais).

É uma fantasia urbana, que se passa no Brasil, na cidade de São Paulo, e nos revela um mundo onde Elementais seriam tão comuns quanto os próprios seres humanos. A questão na história toda é, nem todos usam seus poderes para o bem, fato que preocupa e chega a colocar em risco toda a população que não tem poderes.

O Filho do Sol, saga Herdeiros das Estrelas.

O AUTOR

Daniel Renattini nasceu em 1992, em São Paulo. É formado em Design Digital pela Anhembi Morumbi. 

Admirador de super-heróis desde a infância, sonhava em criar os próprios personagens, até que surgiu o amor pela literatura. Depois das primeiras histórias engavetadas, de um período morando na Nova Zelândia e da orientação de escritores mais experientes, decidiu avançar com a série Herdeiros das Estrelas. 

É autor da saga Herdeiros das Estrelas, com os dois primeiros volumes publicados após financiamento coletivo pelo Catarse.

O Filho do Sol é o primeiro volume da saga, seguido por Melodia da Chuva.

Daniel Renattini (Foto Divulgação)
Daniel Renattini (Foto Divulgação)

OUTRAS OBRAS DO AUTOR

O Filho do Sol é o primeiro livro da saga Herdeiros das Estrelas, e o segundo volume fica por conta de A Melodia da Chuva. 

Os livros estão disponíveis, tanto na versão física quando na digital.

CONCLUSÃO

Se você é fã de histórias cheias de poderes especiais e de super heróis como XMen e A Lenda de Aang, O Filho do Sol é o livro certo para você.

O livro tem uma linguagem jovem, bem objetiva. Em alguns momentos, as descrições de personagens e algumas passagens são escritas de forma mais rápida, mas isso não deixa a desejar em nada a experiência literária.

E é claro que com o final de O filho do Sol, já fica o gancho para conhecermos um pouco mais da jornada de Alex em A Melodia da Chuva, o segundo livro da saga Herdeiros das Estrelas.

Conta pra gente aqui nos comentários se você também é fã desse estilo literário, para trazermos mais histórias incríveis como essa por aqui?

Já que você chegou até aqui, compartilha esse post com seus amigos que adoram uma aventura de super-heróis!

Mil beijos literários,

Até a próxima!

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x