Ler Pra Quê?

RESENHA O BEIJO DO RIO

Se você gosta de livros nacionais, com direito à uma trama cheia de reviravoltas e muitos segredos a serem desvendados, esse é o livro certo para você!

Nessa narrativa do autor brasileiro Stefano Volp, vamos conhecer o jornalista Daniel e desvendar um pouco do seu passado, enquanto ele busca compreender a morte de seu grande amor, Romeu.

QUEM É ROMEU?

No enredo, conhecemos o jovem Romeu que protagoniza uma peça de teatro na versão gay de Romeu e Julieta. Romeu interpreta o personagem de mesmo nome, que deve tomar um veneno e depois beijar Júlio, mas ao tomar o veneno durante a execução da peça, ele morre. Isso mesmo, morre de verdade. 

O caso vira assunto no pacato município de Água Doce, mas tudo leva a crer que foi mesmo suicídio. E então,  algum tempo depois, o caso é arquivado pela polícia.

Mas, a noiva de Romeu, Jéssica, entra em contato com uma antiga amizade do casal, o jovem Daniel, por quem seu novo era apaixonado. Ele se torna a sua única esperança de que a justiça possa ser feita.

Livro O beijo do rio.

QUEM É DANIEL?

Jéssica convence Daniel a sair de São Paulo a ir até Água Doce, onde moram seus pais com quem não fala há dez anos, para investigar a morte de Romeu. 

Já faziam três meses da tragédia, mas Jéssica insistiu para que ele viesse, já que trabalha como jornalista para uma das principais revistas da época, a Vozes.

O objetivo de Jéssica é que, como um bom jornalista, ele vá a fundo e consiga descobrir o que de fato aconteceu ao seu amado e dar voz ao crime através da repercussão do assunto. 

Ela lhe revela que está grávida de Romeu e que descobriu recentemente, o que acaba também lhe comovendo e aceitando o pedido dela.

Mas, nem tudo é fácil. Retornar à Água Doce vai fazer com que Daniel revisite seu passado e seus medos mais obscuros, e isso inclui encarar seus pais depois de tanto tempo, os traumas da infância e o passado sombrio que o levou para tão longe dali.

Ele vai contar com a ajuda de sua amiga hacker, mais conhecida como Sky, mesmo sendo uma pessoa que muda de nome com frequência para não ser identificada, e também de um fantasma do passado, um menino chamado Jonas, uma alucinação quase real para ele.

Conforme Daniel vai desvendando algumas pistas que podem levá-lo a entender o que aconteceu ao seu amado, as coisas vão ficando mais perigosas e tudo vai mudando ao seu redor. Mas ele sabe que aquele é um caminho sem volta.

Miolo do livro O beijo do rio.

O AUTOR

O contador de histórias Stefano Volp, é também escritor, roteirista, tradutor e produtor editorial. Ele idealizou o Clube Caixa Preta, um clube de leitura online com resgate de contos clássicos escritos por autores negros nos últimos séculos. 

Volp também escreve para a revista Veja e  a Folha de São Paulo.

O autor Stefano Volp.

O KIT DA TAG INÉDITOS

Quando O Kit de Abril/22 da TAG Inéditos é composto por:

1. Livro com brochura: o autor Stefano Volp produz a capa de seus próprios livros, por isso, nesta edição da TAG Inéditos não foi diferente. Além de remeter ao elemento “água” sugerido pelo título, Volp fez uso dos tons frios e quase bucólicos na capa, que remetem à história do protagonista Daniel, como frieza, margem, passado, sombras e vazio.

2. Box Colecionável; 

3. Marcador de Páginas;

4. Revista sobre a obra; 

5. Mimo: para quem gosta de artigos de decoração, a placa de MDF que acompanha o kit é colorida e tem o tamanho ideal para caber na estante. Os itens homenageiam grandes nomes da literatura mundial. O que eu recebi é do escritor George Orwell.

Kit Abril da TAG Inéditos.

Vamos aos principais pontos desta resenha:

Durante a leitura, fica claro que Daniel é um jovem problemático desde o início e que alguma coisa aconteceu para ele ver esse tal Jonas quando ele está em crise. Há muitas cenas que o menino aparece conversando com ele e lhe dando conselhos. 

Além disso, Daniel também toma vários remédios, e os motivos pelos quais faz isso, nós descobrimos ao longo da narrativa.

No começo, pensamos que a trama se trata de uma coisa, mas depois percebemos o quanto fomos enganados.

Confesso que a leitura foi um pouco difícil, principalmente no início em que conhecemos Daniel. Talvez porque mostre um pouco dos surtos que ele tem, e a confusão de tempo, colocando Jonas no meio de tudo e depois ele voltando ao normal (lembrando é claro, que Jonas é uma alucinação).

Mas, mesmo assim, o livro é ótimo. Me emocionei no final, até porque a história em si é bem dolorosa e ousada. Sem sombra de dúvida, foi um dos melhores livros que já li, porque realmente me surpreendeu com a trama e o final, por esse motivo, tenho certeza que você também vai gostar!

O livro conta com 316 páginas, divididas em capítulos muito fáceis de ler, que alternam entre passado e presente, nos apresentando tanto Daniel quanto Romeu na infância (porque essa é uma etapa muito importante para desvendar  a trama).

E já que você chegou até aqui, vem conferir o vídeo resenha desse livro maravilhoso:

Se você gostou desse conteúdo, convido você a compartilhar esse post com todos os seus amigos! 

Eu fico por aqui,

mil beijos literários e até a próxima

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x